Derrubado veto do GDF que permite recomposição de trabalhadores do SLU


Os trabalhadores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), que tiveram os salários reduzidos pelo governo em 2015, saíram satisfeitos da CLDF na tarde desta terça-feira (10). Uma emenda de autoria do deputado Wasny de Roure à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovado pela Câmara e vetada pelo governador, hoje, finalmente teve o veto derrubado. Com isso a recomposição dos trabalhadores fica garantida conforme previsto na lei. Foram 20 votos favoráveis.

“Eu acompanho a angústia dessas pessoas desde então e essa redução de 20 a 40% provocou um verdadeiro caos familiar, por conta do peso que tem o salário de um servidor do SLU no orçamento de cada um deles. Não é o pagamento dos salários dos servidores que causa “rombo” nas contas públicas e, sim, desvios, má aplicação de recursos públicos”, destacou Wasny ao defender a derrubada do veto para que volte a incorporar a LDO.

Na sua fala, Wasny lembrou que a aprovação do substitutivo ao PLC 122/2017, que provoca mudanças na previdência dos servidores públicos do DF, permitiu a saída do limite prudencial imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Vale lembrar que no Serviço de Limpeza Urbana (SLU), onde os salários foram reduzidos e os servidores aguardam dinheiro no caixa para ter o pleito atendido. Agora é cobrar do governo o cumprimento da palavra de mandar o projeto da recomposição salarial para a CLDF.

 

Fonte: http://www.wasny.com.br/derrubado-veto-que-permite-recomposicao-de-trabalhadores-slu/




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.