Em nota, CUT condena ataque aos professores do Paraná


Em nota, CUT condena ataque aos professores do Paraná

“Acontecimentos desse tipo poderiam ser pensados durante a ditadura”, diz trecho do texto de repúdio ao “truculento governo de Beto Richa”

Um dia após o Dia Mundial da Educação os professores públicos estaduais do Estado do Paraná foram barbaramente reprimidos pela polícia militar.

As imagens são chocantes. Acontecimentos desse tipo poderiam ser pensados durante a ditadura militar, dificilmente nos dias de hoje.

Os professores paranaenses haviam suspendido temporariamente a greve, demonstrando disposição de negociação, no entanto o truculento governo de Beto Richa (PSDB) demonstrou, mais uma vez, que nos governos tucanos a educação é tratada com descaso e violência.

A CUT, que está desde o início junto com os professores do Paraná, manifesta sua total e irrestrita solidariedade aos/às educadores/as,  e repudia veementemente a atitude do governador paranaense por não negociar com o funcionalismo e principalmente, pela irresponsabilidade ao ordenar tamanha violência contra os/às professores/as.

Todo apoio aos/às professores/as paranaenses.

Viva a APP Sindicato.

Executiva Nacional da CUT



Posts Relacionados

Open Popup