Reafirmar a luta, a unidade e a mobilização neste 1º de Maio de 2018.


Então chegamos ao 1º de Maio de 2018, e no lugar dos avanços almejados por toda a classe trabalhadora, clamamos por democracia, manutenção de direitos conquistados em outras lutas e que hoje nos retiram de forma covarde e golpista. Neste 1º de Maio de 2018, lutamos por emprego, por reajuste salarial, reformulação de planos de Carreira e contra a Reforma Trabalhista.

Este 1º de Maio nos remete ao passado, pois temos de recomeçar a luta para recuperar direitos e conquistas perdidos, ao mesmo tempo que buscamos avanços.

É um 1º de Maio para a classe trabalhadora refletir profundamente sobre o seu voto nas próximas eleições. É inacreditável que, analisando quem votou a favor da reforma trabalhista e pretendia votar na reforma da previdência, ainda ganhe o voto de algum trabalhador.

Vamos recuperar o Brasil. Está em nossas mãos o seu destino e o destino de todos nós, trabalhadores e trabalhadoras.



Posts Relacionados